BOSTON (28 de junho de 2017) — A partir do dia 1º de julho, o Museu de Belas Artes (MFA) de Boston dará as boas-vindas a cidadãos norte-americanos recém-naturalizados que residem em Massachusetts com adesões familiares gratuitas de um ano por meio do novo Programa de adesão ao MFA por cidadania, o primeiro desse tipo nos EUA. Essa iniciativa torna o museu um ponto de encontro para novos cidadãos norte-americanos, um lugar para conhecer pessoas da comunidade e criar pontes entre culturas, fazendo do MFA e da sua coleção uma parte importante da experiência norte-americana dessas pessoas. Lançado em conjunto com o MFA 2020, um plano estratégico que expressa uma voz e uma visão comum para o futuro, o Programa de adesão ao MFA por cidadania ajuda o museu a atingir as importantes metas institucionais de diversificação dos públicos e inclusão de novas perspectivas, narrativas pessoais e novas vozes aos programas. A integração de novos cidadãos faz parte dos esforços contínuos do MFA de criar uma comunidade mais inclusiva de visitantes, voluntários, funcionários e colaboradores, promovendo uma nova geração de frequentadores e profissionais que represente os dados demográficos em constante mudança da região. Convidar novos cidadãos para se tornar membros do MFA hoje é criar oportunidades para que grupos mais diversificados de cidadãos de Boston se tornem os futuros docentes, estagiários, curadores e líderes do museu. O Programa de adesão ao MFA por cidadania conta com o generoso suporte de Larry e Atsuko Fish. O MFA tem o prazer de colaborar com o maior programa de naturalização da Nova Inglaterra, a Project Citizenship, bem como com o Office for Immigrant Advancement da Prefeitura de Boston e com a Biblioteca Pública de Boston.

“A Arte tem o poder de nos conectar, independentemente da nossa origem”, afirma Matthew Teitelbaum, diretor da galeria Ann and Graham Gund. “A evolução do museu como espaço de encontro cívico — um lugar para troca de ideias e intersecção de culturas — é fundamental para a exploração de uma América diversificada e a criação de uma experiência norte-americana compartilhada na Commonwealth. Nesse sentido, estou ansioso para receber os novos cidadãos no MFA, e convido-os a explorar nossa coleção global e a participar de nossos programas.”

Para se inscrever no programa, os novos cidadãos precisam apresentar uma cópia ou foto de seus certificados de naturalização em uma bilheteria do MFA no período de um ano após a formalização. Além da entrada gratuita no MFA por um ano para dois adultos e um número ilimitado de crianças (com 17 anos ou menos), descontos em programas, compras, estacionamento e refeições e convites para eventos exclusivos para membros, a associação por meio do Programa de adesão ao MFA por cidadania inclui um pacote de boas-vindas especial entregue em uma sacola personalizada. Junto ao pacote há uma mensagem de boas-vindas do diretor e informações sobre os próximos programas e exposições, disponíveis em espanhol, chinês, crioulo haitiano e português, os idiomas mais comuns falados em Boston além do inglês. Também será colocada sinalização local nesses idiomas nas entradas Huntington, Fenway e Escolas e grupos do MFA, para incentivar a adesão.

“Atsuko e eu estamos orgulhosos em apoiar esse programa inovador, que acreditamos que fortalecerá os vínculos entre o MFA e as diferentes comunidades atendidas por ele”, declarou Larry Fish. “Estamos contentes em ajudar o museu a expandir seus públicos ao tornar mais fácil para que novos cidadãos e suas respectivas famílias visitem o local e compartilhem experiências pela perspectiva da arte”.

O museu trabalhará com a Project Citizenship, o Office for Immigrant Advancement da Prefeitura de Boston e a Biblioteca Pública de Boston para divulgar o Programa de adesão ao MFA por cidadania para aproximadamente 25 mil imigrantes que deverão passar pelo processo de naturalização da Commonwealth no próximo ano. A Project Citizenship é uma agência sem fins lucrativos que presta serviços gratuitos de alta qualidade para residentes permanentes em situação legal para ajudá-los a se tornar cidadãos norte-americanos, oferecendo workshops, triagens de qualificação, auxílio para a solicitação de cidadania e recomendações jurídicas.

“A Project Citizenship tem o orgulho de colaborar com o MFA para apresentar as belas artes aos mais novos cidadãos norte-americanos de Boston. Todo ano, ajudamos mais de 1.500 imigrantes a realizar seu sonho americano. Somos muito privilegiados por contar com a fabulosa arte encontrada no MFA como um novo recurso e um ativo para nossos clientes”, afirma Veronica Serrato, diretora executiva da Project Citizenship. “A adesão ao MFA é a mais nova vantagem em uma longa lista de benefícios da cidadania norte-americana.”

O Office for Immigrant Advancement da Prefeitura visa fortalecer a capacidade dos imigrantes e das diversas comunidades culturais e linguísticas de Boston de participar totalmente da vida econômica, cívica, social e cultural da cidade.

“O Office for Immigrant Advancement da Prefeitura (MOIA) tem o prazer de se unir ao MFA nessa iniciativa de diversificar a comunidade artística de Boston”, declara Alejandra St. Guillen, diretora do Office for Immigrant Advancement da Prefeitura. “No MOIA, nós nos dedicamos a garantir a participação ativa dos imigrantes de Boston em todos os aspectos de nossa cidade. A parceria com o Programa de adesão ao MFA por cidadania reafirma o compromisso do prefeito Walsh em promover uma cidade inclusiva e acolhedora para as comunidades de imigrantes de Boston.”

Além de oferecer aulas de inglês como segunda língua e grupos de conversação, a Biblioteca Central da Biblioteca Pública de Boston em Copley Square e 24 unidades vizinhas possuem Centros de Informações ao Imigrante, que fornecem informações sobre recursos e serviços disponíveis para ajudar a promover o bem-estar dos residentes imigrantes da cidade.

“A Biblioteca Pública de Boston oferece espaços, recursos e programações para dar as boas-vindas a todo imigrante ou novo residente em nossa cidade e ajudá-los a se integrar a suas respectivas comunidades e a adquirir habilidades importantes sem nenhum custo”, explica David Leonard, presidente da Biblioteca Pública de Boston. “Estamos no caminho da integração cívica, orgulhosos de trabalhar em parceria com o Programa de adesão ao MFA por cidadania e ansiosos para compartilhar as amplas ofertas do MFA com todos os novos residentes norte-americanos.”

O Programa de adesão ao MFA por cidadania faz parte das mais de 50 iniciativas incorporadas ao MFA 2020, um plano estratégico que será realizado com base em cinco pilares: Colaborar com generosidade, Convidar com audácia, Receber de modo acolhedor, Envolver profundamente e Reunir com propósito. Ao expandir parcerias e evoluir como um centro de convocação, o museu cria um roteiro que traça o caminho a ser seguido: tornar-se uma instituição que representa o momento e a comunidade.

O Museu de Belas Artes (MFA) de Boston é reconhecido pela qualidade e pelo escopo de sua coleção, que representa todas as culturas e períodos. O museu possui mais de 140 galerias que exibem sua coleção enciclopédica, incluindo: Arte das Américas, Arte da Europa, Arte Contemporânea, Arte da Ásia, Arte da África e da Oceania, Arte do Mundo Antigo, Gravuras e Desenhos, Fotografia, Artes Têxteis e da Moda e Instrumentos Musicais. O MFA fica aberto sete dias por semana, e seu horário de funcionamento é de sábado a terça-feira, das 10h às 17h, e de quarta a sexta-feira, das 10h às 22h. A entrada (que inclui uma visita adicional em até 10 dias) custa US$ 25 para adultos e US$ 23 para idosos e estudantes com 18 anos ou mais e inclui acesso a todas as galerias e exposições especiais. A entrada é gratuita para membros de universidades e jovens/crianças com 17 anos ou menos. Às quartas-feiras, após às 16h, a entrada é por contribuição voluntária (doação sugerida de US$ 25). Cinco Sessões abertas oferecem a oportunidade de visitar o museu gratuitamente. O guia móvel do MFA está disponível nas bilheterias e no Centro de visitantes Sharf por US$ 5 para membros, US$ 6 para não membros e US$ 4 para menores de 18 anos. O museu fica fechado no dia de Ano Novo, no Dia do Patriota, no Dia da Independência, no Dia de Ação de Graças e no Natal. O MFA está localizado na Avenue of the Arts, na Huntington Avenue, 465, em Boston, MA 02115. Para obter mais informações, ligue para 617.267.9300, acesse mfa.org ou siga o MFA no Facebook, Twitter e Instagram.

###